lunes, 17 de junio de 2013

Próxima Funcion: RESCATE EMOTIVO

RESCATE EMOTIVO (No PaSa ReSS!)
Vuelve a Resistencia-Chaco

Tropa Troupe - Sin Pulgares.

A LENDA DO TRAPEZISTA CEGO
(TROPA TROUPE)
LA LEYENDA DEL TRAPECISTA CIEGO
(SIN PULGARES)
Tropa Troupe (Rodrigo/Renata/Luisa/Wendell/Adolfo/Fino) son un grupo de payasos, artistas de circo y su productora, que maravillan mi  alma y hacen mas bella mi vida....Esto, si lo veo desde un lado egoista, que adoro.... Pero si lo miro desde un lado mas profesional y neutro debo decir que: son un grupo de payasos, artistas de circo y su productora que maravillan el alma y hacen mas bella la vida de cualquier ser humano.
Moran en Natal, el nordeste de Brasil y son felices...
Junto a ellos escribo, dirijo y los entreno para estrenar en febrero del 2014 LA LEYENDA DEL TRAPECISTA CIEGO (A LENDA DO TRAPEZISTA CEGO)

Asi es como del 30 de mayo al 15 de junio nos juntamos en una casa a 50 metros del mar a entrenar, escribir y montar el espectaculo que nos juntará a las dos compañías y que nos encuentra disfrutando en lo que mas nos gusta hacer: DIVERTIR.
Cena 1 – Apresentação do Circo (5 min) Escuridão + sonidos de terror (campainhas, lobos, tempestade) Foco de luz em Sula, que está em torno de uma mesa circular, com outor acompanhantes em penumbra, ao seu lado, a foto de um trapezista. Sula ascende as velas de um bolo de aniversário e fala de maneira cerimonial: 
-“Ás costas da cidade de CHRYSTMAS VILLE existe há anos uma lona de circo instalada a duas quadras do cemitério. ( Uivos de lobos) Ali há muito tempo atrás o único trapezista cego do mundo realizava seu genial número de acrobacia aérea. O sucesso e a aceitação social sorriam ao gladiador do circo brasileiro até que numa noite de tempestades (Sonidos de tempestade), quando toda a trupe queria suspender o espetáculo, ele se negou, convencendo a todos com a máxima: “Haja o que houver o espetáculo tem que continuar!” (sonido de sinos. Primeiros acordes de Violentango)Assim aconteceu a maior tragédia já vista nos circos do mundo: um raio(Sonidos de raios)caiu sobre o mastro principal da lona, justo quando o trapezista cego estava no trapézio volante. Ele caiu eletrocutado, mas antes de morrer gritou: “Agora posso ver!!!!!”(Raios e tempestades. Sula sobe a mesa e caminha em circulo. Somente se vê a Sula com os outros seguem em penumbra.)Depois disso nada mais foi igual para o circo, que tinha o ‘trazepista cego’ como atraçãoprincipal. A trupe dissolveu-se.O circo foi esquecido, nunca mais funcionou.(suspiros)Feliz aniversário!!!
Luz nos fantasmas dos artistas, que se apresentam em um endemoniado charivari, com facas, machados, chicotes, um mágico gira com seu espelho.../ enquanto isso Sula fala no megafone, em cima da mesa:(Luz geral – se pode ver a lona do circo em estado de abandono)- As pessoas da cidade contam que a lona esta assombrada e possuída pelo espírito dotrapezista cego. Assim nasceu a lenda urbana do trapezista cego'....

Hasta la pórxima querida Troupe... Hasta Septiembre!


viernes, 14 de junio de 2013